Você está em:

Por que devemos ser honestos com o próximo

Muitos ainda questionam se vale a pena ser honesto hoje em dia ou não. A questão que concerne realmente a honestidade se deve ao crime ou não fazer o crime. A pergunta mais interessante com relação a honestidade é – Não ser honesto é sinônimo de ser criminoso? errado. A honestidade é complicada. Vamos discutir como funciona a honestidade no mundo e como ela nos cerca e camufla muitos crimes.

Ser honesto pode não significar honestidade

Há casos em que no primeiro momento a pessoa está sendo honesta. No futuro, quando as pessoas que ela se envolveu no passado descobrirem que os atos cometidos por aquela pessoa não foram nada honestos, surge a partir daí um criminoso.

Imagine uma situação em que uma pessoa cria um objeto que aparentemente é inofensivo e que pode por exemplo ser útil às pessoas do mundo todo. Sem conhecer exatamente as consequências desse objeto ou produto na vida das pessoas que o utilizam é difícil lançá-lo no mercado e garantir que o criador não sofra alguma consequência ruim.

Imagine se alguém é vítima de um dano físico ou até perca a vida devido a esse objeto. Podemos citar por exemplo os frascos de refrigerante antigamente. Na verdade, não iremos generalizar que os frascos antes eram de vidro e que hoje são de plástico a grande maioria por conta de acidentes que o vidro ocasionava, mas também devido a outros fatores como custo, marketing, produção da embalagem etc. Mas sem dúvida o plástico nesse caso é mais seguro que o vidro, caso uma garrafa de refrigerante caia no chão, certamente não causará dano fatal às pessoas que estão por perto.

Ser honesto então é pensar na consequência que determinados atos podem ocasionar no presente momento e no futuro das pessoas. A esperteza humana culmina em fazer sempre, ou tende a fazer o mais fácil, que é acreditar “que nada de ruim vai acontecer” se caso venda um par de meias de seda por exemplo. Por isso as empresas precisam ter todo cuidado com relação ao manual de instrução e também as precauções com relação ao uso do produto – No caso, andar de meias de seda em um chão liso poderá ocasionar em quedas e isso pode ser fatal.

Esses detalhes são super importantes quando se lança algo novo no mercado. É por isso que os remédios por exemplo demoram muito para serem lançados no mercado para as pessoas consumirem. Eles passam por diversos testes – As pessoas não podem consumir algo que poderá causar-lhe algum mal estar ou mesmo a morte.

No caso de um indivíduo a honestidade provem do próprio ser. Quem conhece a ética sabe do que estamos falando e não precisamos ensinar nada. Ser honesto é simplesmente se preocupar com o próximo no primeiro momento e no futuro. Por isso antes de agir devemos pensar meticulosamente e assim tomarmos o máximo de cuidado.

Quem é honesto por natureza, sofre com isso pois muitas vezes teme fazer o que não é certo para ele e torna-se uma tortura até mesmo para poder se relacionar com outras pessoas. Muitos profissionais da saúde podem acreditar que isso se caracteriza em uma espécie de TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo ( é preciso fazer um “ritual” antes de agir ). Mas na verdade quem é honesto por natureza vai sistematicamente utilizar do seu pudor e tudo que concerne a honestidade antes de tomar uma decisão justamente com o objetivo de ser honesto, mas não bobo. Existe uma grande diferença entre ser honesto e bobo. A primeira é conhecer o errado e não fazê-lo, e o bobo é não conhecer o mal nem o bem e quem é bobo muitas vezes é vítima de pessoas maldosas.

Ser honesto, vale a pena ou não?

Como já falado, a honestidade precisa ser empregada em diversas situações considerando as consequências geradas no primeiro momento e no futuro. Sem a honestidade é de certo que não haveriam bons negócios e principalmente duradouros. Quando se tem honestidade, ou quando empregamos ela, podemos sofrer no começo por conta dos detalhes de se fazer uma boa negociação ou tomada de decisão. Mas podem ter certeza que se tudo ocorrer bem a confiança entre as partes será fortalecida e isso torna a vida menos onerosa no futuro e no presente. Resumindo, ser honesto é uma raridade que pertence somente às pessoas mais lúcidas com relação ao bem estar do próximo e do próprio indivíduo no presente e no futuro.

Como as pessoas ganham dinheiro na Internet
como-ganhar-dinheiro-com-a-internet
Postagem publicada em
Postado por Rodrigo Martinelli
Postado em: Artigos, Curiosidades, Diversos, Dúvidas, É, O motivo  
Tags: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PiPo-Smart-S1-Pro-7-Frontal