Você está em:

Emanuel Lasker Grande Mestre do Xadrez

Emanuel Lasker (Berlinchen- provincia de Bandenburgo, 24 de dezembro de 1868 — Nova Iorque, 11 de janeiro de 1941). Cedo revelou-se um eximo jogador de xadrez, com uma personalidade muito forte. Tinha varios talentos, era Doutor em matemática, filósofo, autor dramático, inventor, excelente jogador de cartas. Chegou a discutir com Einstein, pondo em duvida certas teorias e também a redigir dissertações filosóficas.

Lasker não participava de nenhum torneio internacional por menos de 2000 dólares. Jogava xadrez como se fosse uma exibição de batalhas militares contra o inimigo. Gostava de emaranhar posições das quais só ele sabia a saída, conquistando assim, uma vitória após a outra.

Em 1894 Lasker derrotou Wilhelm Steinitz e manteve-se campeão mundial durante 27 anos.
Porém, só defendeu seu título durante 6 vezes, e por isso foi muito hostilizado. Entretanto, todos os seus sucessores seguiram-no nessa matéria. Por medo de perder o título, sempre evitavam coloca-lo em jogo.

Emanuel Lasker
Os Grandes Mestres em geral, não gostam de perder. Aliás, creio que ninguém goste de perder. Os jogadores costumam sempre inventar desculpas quando perdem. Raramente alguém admite a derrota por ser inferior ao adversário. Em 1908, Lasker defendeu o titulo contra o Médico de Nuremberg, Siegbert Tarrasch, que por sinal; detestava-o. O Doutor chamava Lasker de: “Reles jogador profissional”. Tarrasch era criado no mais puro espírito prussiano e lutava no tabuleiro pela honra da patria. Entretanto, mesmo sendo judeu como Lasker, assumia ares de alemão da “gema”.

Tarrasch fez um desafio a Lasker, que ficou gravado na história: ” Para o senhor, doutor Lasker, tenho apenas três palavras: xeque e mate!”. Mas Tarrasch acabou perdendo por 8×3, e ainda teria ele culpado o ar marítimo por sua derrota. Entretanto, a partida foi realizada em Munique e em Dünsseldorf, e naquela época, Dünsseldorf já se situava a 270 da costa.

Emanuel LaskerLasker perdeu o título em 1921 para José Raul Capablanca. Dez anos depois, abandonou o xadrez após 6 anos sem jogar nenhum torneio. Quando Hitler chegou ao poder, como Lasker era judeu; ele fugiu da Alemanha. Perdeu todos os seus bens e ficou na miséria, voltando então a jogar xadrez e, por sinal; com grande êxito! Com 67 anos e sem prática de jogo, ficou em 3 lugar em um torneio internacional de Moscou, invicto, ficando atrás apenas de Botwinnik e Flohr. Nenhum outro jogador conseguiu essa façanha, de ficar tanto tempo “sem jogar” e conseguir manter-se entre a elite mundial.

Como as pessoas ganham dinheiro na Internet
como-ganhar-dinheiro-com-a-internet
Postagem publicada em
e atualizada em 10 de setembro de 2014
Postado por Rodrigo Martinelli
Postado em: Artigos, Curiosidades, Dúvidas, Foi, Jogos, Quem, Xadrez  
Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PiPo-Smart-S1-Pro-7-Frontal