Categoria: Microsoft

Office 2013 é lançado – Faça o Download e veja as mudanças

A gigante dos softwares Microsoft lança o Office 2013. Com mudanças sutis, promete melhorar ainda mais o desempenho do software nos computadores e também ser uma ferramenta tanto para usuários quanto para ambientes organizacionais.

A grande novidade do Office 2013 é que ele estará disponível também aos tablet’s e outros dispositivos móveis com processadores ARM que vai funcionar com o Windows RT ( sistema feito especialmente para dispositivos móveis ) porém o Office 2013 para windows RT terá menos recursos. Isso o tornará versátil a qualquer equipamento, até seu Smartphone poderá ter o Office 2013. A Microsoft acertou mais uma vez. O Office 2013 terá integração com diversos dispositivos, isso significa que tudo que você trabalhar em um poderá automaticamente ser replicado nos demais equipamentos devido a sua nova forma de preservar arquivos em Cloud que usa o SkyDrive para isso.

Veja mais detalhes dessa incrível ferramenta que novamente revolucionará a maneira de criar arquivos, trabalhos, apresentações e projetos dentro de uma organização e também dos usuários como graduandos, mestrandos e doutorandos. Confira agora mesmo!

Avaliação Office 2013 e características

O que mudou na Interface do Office 2013
Novidade no PowerPoint no Office 2013
Armazene seus arquivos no SkyDrive – Office está nas nuvens agora
Roaming no Office 2013 – Tudo será configurado automaticamente
Acesse o Office 2013 fora do seu local de trabalho
Colocar outros programas no Office 2013 ou “plugins”
A segurança do Office 2013
Integração total com outros dispositivos
Versatilidade total sem incompatibilidade e perda de tempo
Outras observações quanto ao Office 2013
Vídeo demonstrando algumas coisas do Office 2013
Pré-requisitos para se ter o Office 2013 instalado
Faça o Download do Office 2013 demo
Referências externas para criar o artigo Office 2013

O que mudou na Interface do Office 2013


Ilustração microsoft Office 2013
O microsoft Office 2013 Usará também a Interface baseada em Metro mas com o layout do Ribbon que já pertencia a versões anteriores. Uma grande vantagem é que a Interface Metro disponibiliza visualizações de tarefas agendadas.

Novidade no PowerPoint no Office 2013


Outra grande novidade é a facilidade de transição de slides no PowerPoint e novos templates que deixarão seus slides ainda mais bonitos na hora da apresentação.

Outras novidades do Office 2013

Temos também novidades no OneNote a inclusão de detalhes que nas versões anteriores não tinham como o novo jeito de trabalhar usando os dedos como no Tablet. Lembrando que tudo no Office 2013 será “touch” ou seja, poderá usar no seu Tablet sem problemas e usar seus dedos para mover slides, criar planilhas etc, usar ele de forma geral com os dedos.

Escreva usando os dedos e obtenha o texto

Sim, uma ferramenta essencial para quem gosta apenas de usar a tela para escrever com uma caneta stylus ou mesmo com os dedos é possível escrever com os dedos e automaticamente o Office 2013 transformará em textos selecionáveis ( ASCII ).
Apresentação do Office 2013

Armazene seus arquivos no SkyDrive – Office está nas nuvens agora


Sim, agora perder arquivo não vai acontecer mais. Com o uso do serviço do SkyDrive que o Office 2013 disponibilizará vai minimizar ou senão acabar com aquela estória de arquivos sumirem ou serem deletados e nunca mais ser achado depois. Quando você estiver online ele vai sincronizar com seus arquivos abertos e atualizar as mudanças e ao ficar offline permanecerá com os arquivos no local ( computador ) e após fazer suas mudanças e tudo mais ele vai ser atualizado online e não haverá como perder os arquivos ou o que havia mudado no arquivo, isso é muito bom.

Roaming no Office 2013 – Tudo será configurado automaticamente.


Usar o Office 2013 no seu Tablet, Smartphone já vai ser uma maravilha então com o recurso do Roaming agora vai melhorar ainda mais sua vida e agilizar tudo que você já fez no Office 2013 do seu computador pessoal ou vice-versa. Todas as configurações pessoais do seu Office 2013, arquivos usados, templates e customização do seu dicionário serão transferidas automaticamente para todos os seus dispositivos de forma muito fácil com um simples clique.

Acesse o Office 2013 fora do seu local de trabalho


Com o uso do Office em Demanda é possível acessar o Office todas as vezes que você estiver longe do seu computador pessoal por streaming. Utilizando o protocolo UDP é possível utilizar seu Office 2013 de outra máquina com o uso de outro sistema operacional windows. Incrível!

Colocar outros programas no Office 2013 ou “plugins”


Poderá incrementar seu Office 2013 com programas tais como Skype e isso vai disponibilizar uma versatilidade enorme em usar dois programas ao mesmo tempo para concluir seu trabalho com mais perfeição seguindo instruções de alguém que está falando contigo no Skype.

A segurança do Office 2013


Com o uso do Yammer é possível criar redes sociais para negócios sem correr o risco de ser hackeado. Ele oferece também integração com o SharePoint e com o Microsoft Dynamics. Com o SharePoint é possível compartilhar todos os seus documentos com outras pessoas e segui-las conforme seu interesse. Também há como visualizar fotos, vídeos e conteúdo do Office e manter-se assim atualizado sobre o que seus amigos estão fazendo que é do seu interesse.
Outro recurso é o People Card, que tem como objetivo dar uma visualização geral dos seus contatos no Office como uma rede social, poderá visualizar o status de seus contatos no Office 2013, atividade deles, o que estão fazendo no Facebook e também saber sobre suas informações no LinkedIn.

Integração total com outros dispositivos.


Pelo menos no OneNote é possível com o Digital note-taking é possível distribuir todas as informações/dados que você faz para todos os dispositivos. Faça o que lhe é mais conveniente, com um PenDrive ou mesmo um Smartphone, Tablet ou computador. Todos poderão ser carregados automaticamente com as mudanças que você fizer em um dos dispositivos usando o Office 2013, claro.

Versatilidade total sem incompatibilidade e perda de tempo.


Com o Office 2013 você poderá assistir vídeos direto dos próprios documentos que você está criando com o uso do streaming. Tem uma telinha pequena no seu Smartphone? não se preocupe, a qualidade de imagem ao fazer o Zoom In e Zoom Out não vai diminuir. Use o toque dos dedos para mudar as páginas também.
No PowerPoint, mais uma novidade é que pode-se usar slides atuais e posteriores, tem como ampliar os slides durante a apresentação e navegar por eles sem problemas. O Lync também inclui vídeos em HD, compartilhamento de OneNote e mais ainda, uma maneira virtual de anotar ideias provindas de uma “chuva de ideias” com os participantes da reunião.

Outras observações quanto ao Office 2013


No Excel haverá novas funções avançadas de trigonometria e no Word a capacidade de inserção de vídeos e áudio como também rádios online. Temos também suporte ao XML e um detalhe incrível é que ele foi feito obedecendo ao ISO para haver interoperabilidade com demais softwares. Também nessa versão o Office 2013 consegue ler e escrever arquivos ODF 1.2. Maravilhoso!

Vídeo demonstrando algumas coisas do Office 2013



(Para ver legendas em português ative transcrição de áudio no botão CC)

Pré-requisitos para se ter o Office 2013 instalado


Quem gostou dessa maravilha vai querer claro baixar para o seu computador. Os pré-requisitos para o download do Office 2013 são:
A compatibilidade do Office 2013 é tanto para sistemas 32 bits quanto 64 bits. Porém, é recomendável usar sistemas 64-bits para usá-lo principalmente quem trabalha com Excel.
Instalar o Office 2013 vai precisar de no mínimo 1GB memória RAM (32 bits) ou 2GB de memória RAM (64 bits) no seu computador, 3GB de espaço em disco, processador x86 ou x64 de 1GHz ou mais rápido, placa gráfica aceleradora e DirectX 10. Não suporta ser instalado no XP nem no Vista. Poderá ser instalado nas versões 64 bits do Windows 7 e Windows 8 sem problemas. Quem trabalha com Windows Server 2008 R2 somente nas versões 64bits também.
Para suportar os sistemas operacionais 32-bits é preciso instalar o WOW64. E tem outro detalhe, o sistema Windows Server 2008 R2 Pack 1 (SP1) nas versões Standard, Enterprise, Data Center, ou servidor web. No Windows 8 somente com o .NET FrameWork 4.0 instalado ou acima disso.

Download do Office 2013 demo


Download Office 2013 Demo
Você poderá fazer o Download do Office 2013 em pt-Br agora mesmo. Clique no link e baixe.

Referências Externas para conclusão do artigo Office 2013


1. 64-bit editions of Office 2013 Preview. Disponível em: http://technet.microsoft.com/en-us/library/ee681792(v=office.15).aspx. Acessado em: 30 ago. 2012.
2. ARM architecture. Disponível em: http://en.wikipedia.org/wiki/ARM. Acessado em: 30 ago. 2012.
3. Microsoft announces Office 2013, Preview download now live. Disponível em: http://www.neowin.net/news/microsoft-announces-office-2013-preview-download-now-live. Acessado em: 30 ago. 2012.
4. Microsoft Office 2013. Disponível em: http://en.wikipedia.org/wiki/Microsoft_Office_2013. Acessado em: 30 ago. 2012.
5. Office 2013 Requirements. Disponível em: http://blogs.technet.com/b/office_resource_kit/archive/2012/07/24/system-requirements-for-office-2013-preview.aspx. Acessado em: 30 ago. 2012.


O que é taskmgr.exe? Que processo é? Que arquivo é?

As vezes ficamos apavorados com certos arquivos em nosso processo do windows. cuidado, Taskmgrvocê pode estar carregando um vírus no seu computador que faz download de outros vírus sim! O taskmgr.exe pode ser um processo nativo do windows mas, por via das dúvidas, é bom utilizar o Security Task Manager para prevenir que o taskmgr nativo do windows seja usado como vírus que faz o download de outros vírus para seu computador. Fique atento quanto ao arquivo taskmgr.exe ficar fora do diretório c:\windows\system32 , se caso ele estiver fora dessa pasta simplesmente você pode ter sido infectado por um vírus que explora mais uma falha no windows.

A melhor opção é remover o taskmgr.exe

No meu caso, eu deletei o taskmgr.exe de todos os diretórios do meu computador e agora uso o Security Task Manager para poder visualizar os processos do windows. Melhor que o velho taskmgr.exe do windows o Security Task Manager mostra, além das informações do velho taskmgr, o nível de risco de cada processo que está sendo rodado no seu computador. Veja como:
Security Task Manager

Podemos notar o grau de risco que cada processo em andamento possui no Security Task Manager e isso é muito importante uma vez que precisamos saber quais programas oferecem riscos para nosso computador. E o mais legal, já dá para você eliminar os arquivos que oferecem altos riscos. Particularmente deletei todos os processos com mais de 40% de risco ( não que você possa fazer isso no seu, mas a verdade é que na minha opinião arquivos com mais de 60% de risco precisam ser deletados pelo Security Task Manager ).
Após fazer a remoção de processos e softwares que geram processos de risco para seu computador você poderá acessar o Security Task Manager todas as vezes que quiser através de um atalho no seu desktop, portanto esqueça de CTRL + ALT + DEL. O bom mesmo também era adquirir o produto para você usufruir de tudo que o Task Security Manager tem a oferecer.

Download do Security Task Manager

Para fazer o download do Security Manager Task basta acessar Download Task Security Manager , como havia falado, vale a pena adquirir o produto uma vez que ele fornece dados preciosos da segurança de seu computador.


Como fazer sumário no Word 2010

Ao final da sua graduação você terá que fazer, pelo menos uma vez na vida, um sumário. Fazer um sumário no Word 2010 é muito simples. Vamos ver nesse post o passo a passo para se fazer um sumário que você, com toda certeza, um dia utilizará no seu TCC – Trabalho de Conclusão de Curso. Considerando que você já tenha feito a numeração dos capítulos da sua monografia, que é muito importante para continuar a ler esse tutorial.

Primeiro passo, abra seu Word 2010 para criar o sumário

  • Você deverá possuir o Word 2010 instalado no seu computador para seguir este tutorial
  • Feito isso, vamos então, visualizar o meu sumário pronto que fiz de exemplo para vocês darem uma olhada antes.

    Exemplo simples de sumário pronto

    Exemplo simples de sumário

    Vejam que é muito simples mesmo, tem apenas 3 capítulos. Temos o capítulo 1,2 e 3 no nível 1 da nossa hierarquia do sumário e o capítulo 2.1 no nível 2 de nosso sumário. Vamos ver agora como fui que eu fiz esse sumário.

    Primeiro passo para faze-lo

  • Selecionar cada capítulo do seu TCC e definir os níveis
  • Passo a passo para inserir nível

    Lembre-se, no exemplo da imagem, todos os capítulos serão de nível 1, ou seja, os capítulos 2.1 ou capítulos separados por sub-capítulos serão nível 2. Então, para definir o seu capítulo como nível 1 você deverá selecionar primeiro o capítulo depois ir em Referências depois em adicionar texto e por fim definir o nível, que no caso é 1. Para definir o nível de um “sub-título” que é aquele 2.1 no caso, defina como nível 2, porém, use nível para, exemplo 2.1.1, caso sua monografia tenha mais níveis.

    Após definir os níveis para todos os títulos

  • Agora é hora de gerar o sumário
  • Para gerar o sumário iremos para a primeira página de nosso TCC e vamos seguir esses passos:

    Inserir sumário

    Vá em Sumário e em Inserir Sumário e teremos a seguinte situação:

    configuração de tabulação e fonte no sumário

    Nessa parte você terá como configurar a tabulação do seu sumário e também definir a aparência como elegante, formal… etc, basta selecionar o formato que você deseja. Como temos 2 níveis , então na parte onde aparece mostrar níveis é preciso deixar como 2. No botão opções podemos construir o sumário a partir de Estilos, podemos também selecionar Níveis da estrutura de tópicos e Campos de entrada de índice. Faça conforme as normas ABNT, eu deixei como estava, por padrão, só para mostrar de exemplo. Dê OK em todas as Janelas e teremos nosso sumário prontinho como está no início desse post.


    Como fazer um organograma no Excel

    Toda empresa possui um organograma. Afinal, o que é um organograma? organograma é um gráfico que representa a estrutura formal de uma organização.; Então, como fazer um organograma no excel?. Simples, vejamos antes um exemplo de organograma de uma micro empresa que atua no segmento revenda de um tipo de mercadoria (sapatos).

    Organograma no excel

    Como vocês podem ver a empresa é composta de diretor, gerente, supervisores e funcionários. Se fosse uma empresa maior, teríamos uma situação diferente, teríamos mais cargos e mais hierarquia. Outra situação que ocorre muito em organograma é descrever apenas os departamentos da empresa para construir o organograma. Essa última opção, na minha opinião, é para empresas de médio e grande porte onde a descrição dos cargos no organograma ficaria muito extenso e também cansativo de entender. No caso do exemplo acima, como é uma micro empresa deu para descrever a função de cada funcionário e também deduzir o departamento de cada um ( há caso que a empresa é tão minúscula que ficaria impossível fazer um organograma considerando só os departamentos pois as vezes a empresa é tão pequena que pode ser considerada um departamento por si só ). Então, se tivéssemos que montar um organograma com o departamento teríamos em sequência: Direção Geral->Gerência Geral->Departamento de supervisão de vendas, Departamento de supervisão de compras. Encurtaríamos muito nosso organograma. Dentro dos departamentos de Supervisão de compras e Supervisão de vendas estaríamos omitindo o cargo dos funcionários. Então, decidi fazer um organograma de cargos ao invés de um clássico organograma da empresa. Então, reflita nisso antes de criar um organograma para sua empresa.
    No caso de uma multinacional a segunda opção seria mais recomendada. Mas mesmo assim, se fosse necessário criar um organograma de cargos de uma multinacional, teria que optar fazer o organograma detalhado como no exemplo da micro empresa de sapatos.

    Para empresas maiores, que organograma posso fazer

    Como citado acima, quando uma empresa é muito grande é preciso fazer um organograma considerando a estrutura da empresa ou seja, os departamentos. Porém, outra dica importante, é se um departamento é muito grande seria bom fazer um organograma do departamento para facilitar o entendimento de todos de como funciona o departamento. Nesse caso você poderá adotar o exemplo do organograma acima, descrevendo o cargo de cada um e montando a hierarquia, vai facilitar muito o entendimento.

    Fazer organograma no Excel é muito simples

     

    • Veja como é fácil fazer o seu organograma no excel, no caso, usei o excel 2007

     

     

    Formas organograma

    Basta clicar em formas e teremos essas opções de formas de organograma na imagem acima. Geralmente usa-se um retângulo para poder fazer o organograma.

    Logo após isso, vamos selecionar as ligações ou conector

     

    • Use traços para indicar a hierarquia

     

    Como vimos no exemplo acima, temos várias hierarquias de cargos, para indicar quais pessoas são subordinadas ao cargo superior devemos usar símbolos de ligação como traços. Para isso faça a mesma coisa, vá até formas e selecione essa forma:

    conector para organograma

    Ficou claro como fazer organograma?

    Você irá então pegar todos os cargos da empresa e hierarquizá-los de acordo como está na prática da empresa, ou em outras palavras, de acordo com o que oficialmente é, igual ao como foi feito no exemplo acima, de uma empresa que revende sapatos.


    Procv no excel – exemplo de uso da função PROCV

    Bom, a sintaxe do PROCV é =PROCV(valor procurado;intervalo da matriz;qual ponto da matriz você quer que exiba; 1 ou 0 ). Cada um dos parâmetros são os seguintes:

  • Valor procurado
  • É aquele valor, ou campo da célula que você deseja procurar dentro de um intervalo de uma matriz. Por exemplo, quero procurar o valor “função procv” na célula A1 dentro do intervalo A1:B10.

  • Intervalo da matriz
  • É o local em que a função PROCV() irá procurar o VALOR PROCURADO, como dito acima.

  • Qual ponto da matriz você quer que exiba
  • Por exemplo, veja a planilha abaixo:

    exemplo procv

    Imagine que você queira obter os dados de um funcionário sabendo apenas o código dele? Então, para isso deveríamos consultar o código do funcionário e obter o restante das informações. Então, nesse caso, teríamos que usar =PROCV(B8;A2:C4;2;0) e =PROCV(C8;B2:D4;2;0) nas células C8 e D8. Simples né?. Agora, bastará inserir o código do funcionário no campo B8 e teremos todos os dados disponível dele.

  • O valor 1 ou 0 no último parâmetro da sintaxe
  • 0 ou 1 , Falso ou Verdadeiro, significa que, o resultado que irá ser exibido na célula é exatamente ou aproximado.

    Obter planilha completa procv

    Em um post anterior, criei uma planilha que tem como objetivo gerar um relatório de pedidos de cada cliente, durante um período de uma semana, onde também é gerada outras informações como o gráfico da receita gerada pelo cliente etc. Para obter essa planilha, primeiro leia função PROCV funções como PROCV são essenciais e você saberá mais detalhes dessa planilha onde, além da função PROCV há outras que interagindo com essa função para gerar os resultados esperados.


    Função Procv – Funções como PROCV são essenciais

    Quando trabalhamos com planilha eletrônica nos deparamos com desafios no mundo corporativo e também em trabalhos da faculdade ou mesmo do colégio. Quando surge a necessidade, por exemplo, de saber o cargo de uma pessoa através do código do seu crachá, ou de outra informação que temos dela, fica difícil sem uma função chamada procv.
    Localizar um valor na primeira coluna de uma matriz da tabela e retorna um valor na mesma linha de outra coluna na matriz da tabela. Sim… Outro exemplo é, imagine se você tem que procurar um valor na primeira coluna que corresponde a outros dados que você gostaria de saber. Imagine uma planilha com vendas de todo ano e por dia de um determinado produto de uma empresa, você ficaria procurando a olho numa planilha que provavelmente teria mais de 365 linhas? Mesmo se você utilizar o CTRL + L você terá que ficar pegando dado por dado, pois… imagine uma planilha que além de possuir todos os dias do ano, ou seja, 365 linhas separados por dias e várias colunas, do tipo 9 colunas onde mostram cada detalhe como código do cliente, quantidade comprada, quem entregou a mercadoria, horário da saída da mercadoria, horário da entrega da mercadoria, nome do cliente, nome do vendedor, comissão pela venda do vendedor, receita gerada pela venda. Seria difícil ficar apertando CTRL + L e pegar todas essas informações e colocar as quais você quer para, por exemplo, auxiliar na tomada de decisão, montar um fluxograma daquele dia ou, melhor ainda, fazer uma outra planilha separando esses dados por meses e usar os dados para tomar decisões.

    Uma planilha de exemplo para a função procv no excel

  • Montamos uma planilha para utilizar a função procv e exemplificar a sua utilidade no ambiente corporativo
  • Funções como a procv precisam ser entendidas, principalmente para quem deseja começar um negócio, para controlar suas vendas, pedidos, receita gerada etc…
    Digamos que você possua uma pequena empresa e ela não possui ainda um sistema capaz de criar um relatório de vendas por dia. Muitas vezes, empresários, precisam utilizar ferramentas para controlar vendas que seus vendedores fazem diariamente para, simplesmente, calcular comissões sobre vendas realizadas, ver quem está vendendo mais durante a semana. Agora, imagine ter que avaliar um mês todo utilizando uma planilha que fornece tantos dados? Como quero simplificar, fiz uma planilha com esses dados de uma semana, nomeei 9 colunas, as quais são:
    Cod. do Pedido, Cod. Cliente, Nome do cliente, Dia da compra, Qtd de mercadorias compradas, Nome do vendedor, Comissão gerada, Receita gerada pela venda e Tabela auxiliar.

    O objetivo da planilha e das funções procv utilizadas

    O objetivo dessa planilha é saber o desempenho de vendas de uma única mercadoria em um determinado período, uma semana no caso, saber a frequência com que cada cliente cadastrado faz pedidos e por último saber qual vendedor consegue vender mais.

    O campo consulta

    Primeiro, para “fazer a planilha funcionar” precisamos inserir um código do cliente válido. Após inserir um código válido do cliente a planilha irá gerar um gráfico mostrando a receita gerada por esse cliente durante a semana. Como inserir um código de cliente válido? simples. Os códigos que estão na segunda coluna, todos são códigos de clientes válidos, por exemplo, no caso da imagem acima usei o código 203 para ela me mostrar a frequência de compra de mercadoria durante a semana do cliente que possui o código correspondente ao 203. A planilha está limitada a 3 pedidos por cliente durante a semana, claro que eu poderia ter aumentado para 4, 5 ou até o quanto eu quisesse, mas 3 é o suficiente para o exemplo. Utilizei várias vezes a função procv para concluir esse exemplo, então, você primeiro deverá saber como funciona na prática o procv. O gráfico também me mostra que dias da semana o cliente com o código 203 fez pedidos, no caso na sexta-feira o cliente fez 3 pedidos, e o total da receita gerada por dia.

    Tabela auxiliar

    A tabela auxiliar usada é para não repetir o mesmo código de pedido, pois imagine dois clientes com código de pedido repetido? seria uma confusão. Utilizando funções como o cont.se foi possível estabelecer que cada cliente poderia fazer quantos pedidos quisesse que não haveria confusão na hora de saber de qual cliente pertencia aquele pedido de mercadorias.


    Construir Gráfico fácil – Excel

    Há diversos tipos de gráfico. A construção de gráfico mais usada é feita utilizando o microsoft excel. Para fazer gráfico no excel é muito simples. Primeiro, saiba que fazer gráfico no excel 2007 é quase a mesma coisa que no excel 2010, só muda um pouco a interface do programa de planilha eletrônica.

    O gráfico no excel pode ser feito por

  • Simples etapas descritivas. No post em como fazer gráfico no excel, você irá encontrar
  • alguns passos para a construir gráfico em pizza e em colunas. Saiba como construir gráfico no excel 2007 ou saiba Como fazer gráfico no excel 2010, ambos, como eu disse são quase a mesma coisa para fazer.

    Onde os gráficos são utilizados

  • Em várias áreas, alias, nos primeiros anos do ginásio,você já se depara com muita frequência com gráficos
  • Os gráficos de equações de primeiro e segundo grau, creio eu, são os mais vistos na escola, colégio e muito na faculdade – desde que o curso tenha um pouco de matemática – é graças aos gráficos que podemos saber o comportamento de vendas por exemplo. Imagine uma empresa que vendeu 100 unidades de um determinado produto em janeiro e em fevereiro vendeu 50, podemos fazer um gráfico com isso, na dedução podemos notar que o nosso gráfico terá o mês de janeiro como predominante nas vendas, conseguiu vender o dobro do que no mês subsequente.

    Gráfico construído

    O que faz o Excel

    Planilha Excel o que faz o excel

    O excel é um programa que simula uma planilha, de forma eletrônica, para que administradores, engenheiros, professores, enfim, qualquer pessoa que precise controlar dados, informações, ou, calcular números. Sem uma planilha ficaria muito difícil saber a Média Ponderada dos alunos de uma escola após o final do ano letivo. Ou, pior ainda, como seria organizado o estoque de uma empresa sem uma planilha para saber a quantidade de itens que possuem e a quantidade de cada um. Então, graças ao programa Excel – ou um papel com linhas e colunas – que nós podemos desfrutar de uma planilha, claro que não é somente o excel, que é conhecido mundialmente por microsoft excel, que é o único software de planilhas, há outros programas de planilha eletrônica como da BrOffice – calc no caso.


    Gráfico excel porcentagem em alguns passos

    Como colocar porcentagem no seu gráfico que você acabou de fazer no excel ? Bom, vou dar um exemplo que funciona tanto no excel 2010 quanto no 2007. Digamos que uma empresa ou mesmo um vendedor tenha vendido 350 unidades de um determinado produto durante o ano todo, esse exemplo vai nos dar uma noção de como criar um gráfico com porcentagem em pizza ou colunas das vendas. Vamos ao artigo!

    Gráfico pronto – É preciso ter um gráfico já montado!

  • É preciso ter um gráfico já pronto, se não tiver, veja como fazer agora mesmo:
  • como fazer um gráfico no excel 2007 ou Como fazer gráfico no excel 2010 antes de começarmos.

    Meu gráfico está pronto, preciso pôr porcentagem nele!

    Então vamos lá, eu fiz o meu gráfico já. Detalhe, o gráfico é em pizza, quem tem gráfico de colunas será preciso utilizar de uma fórmula matemática que calcula a porcentagem e também de uma tabela auxiliar, por exemplo,se foram vendidos 350 unidades de um produto ao decorrer de 1 ano, significa que em determinado período desse ano vendeu-se mais, menos ou a mesma quantia. Se considerarmos 12 meses, o produto pode ter sido vendido mais em agosto ou setembro, e menos em dezembro e janeiro. Para saber a porcentagem total de venda de cada mês, bimestre, trimestre ou semestre, devemos fazer para gráfico de colunas uma fórmula que faz calcular porcentagem no excel com o intuito de descobrir qual período dentro de um ano representou uma porcentagem maior, igual ou menor de vendas.

    Porcentagem no Gráfico de Pizza

    Meu gráfico de pizza com porcentagem.

    Gráfico de Pizza com Porcentagem

    Para fazer o gráfico, teremos que:

  • Clicar com o botão direito no gráfico
  • Adicionar Rótulos de Dados
  • Novamente clicar com botão direito no gráfico
  • Formatar Rótulos de Dados
  • Mudar de VALOR para PORCENTAGEM
  • Pronto, teremos já a porcentagem em nosso gráfico de pizza.

    Porcentagem no Gráfico de Colunas

    Eis o meu gráfico de colunas com porcentagem.

    Porcentagem no gráfico de colunas

    Como eu havia falado, o gráfico de colunas com porcentagem necessita de uma fórmula matemática e de uma tabela auxiliar para que a porcentagem seja possível no gráfico de colunas. Vamos então seguir os passos para chegar ao resultado acima.
    Como é mais complicado, farei de forma ilustrativa os passos para se chegar ao gráfico de colunas com porcentagem.

  • Definir a fórmula de porcentagem
  • Definindo fórmula porcentagem excel 2010Antes de mais nada, defina uma célula na sua planilha onde ficará o valor total das vendas do ano. Usei =SOMA(B2:B7) no exemplo, coloquei essa fórmula na célula B8. Crie uma tabela para porcentagem, como fiz no exemplo, deixe a célula configurada para os valores aparecerem em porcentagem senão os valores serão números quebrados apenas.
    Após isso, vamos definir a fórmula de porcentagem para cada venda em cada bimestre. A fórmula é muito simples, você precisará dividir a quantidade que vendeu em determinado bimestre com o valor total das vendas do ano, então utilize =(B2/$B$8) que significa dividir 50 por 350, lembre-se que usei $ (dólar) na célula B8 para travar ela, pois o valor dessa célula será usado até B7. Arraste então essa fórmula de C2 até C7 para completar o cálculo da porcentagem na tabela.

    Cálculo de porcentagem para gráfico excel 2010

    Muito bem, agora iremos definir o gráfico de colunas. Para isso selecione primeiro o período ( A2 a A7 ) e depois, segurando a tecla CTRL, selecione a coluna de porcentagem ( C2 a C7 ).

    Gráfico de colunas com porcentagem

    Agora, para deixar mais legal ainda seu gráfico, clique com o botão direito em uma das barras do gráfico e siga essa etapa:

  • Adicionar Rótulos de Dados
  • Pronto, agora todas as colunas estão com porcentagem. Se quiser saber mais como fazer gráfico no excel 2010 pesquise mais em nosso blog.


    Como fazer gráfico no excel 2010

    No excel 2010 é possível prever como fazer gráfico. Segue o mesmo padrão de como fazer gráfico no excel 2007, então, vamos passo a passo descobrir como se fazer gráfico no excel 2010 neste artigo. Para isso, fiz uma tabela de vendas fictícia. Separei as vendas por bimestre. Lembrando que fazer gráfico é uma das coisas básicas que o ambiente organizacional necessita.

    Necessidades mais comuns para se fazer gráfico

    Por exemplo, como você organizaria as vendas de um determinado vendedor para depois comissioná-lo de acordo com as vendas que ele fez em um determinado período? ou então criar um histórico de vendas em gráfico com porcentagem daquele determinado vendedor? Então, você que pretende ou já está em um emprego deverá saber como fazer gráfico no Excel. Vamos então seguir com o tutorial, tentaremos ser mais didáticos possíveis para que você possa criar o seu seu problemas. Vamos lá? primeiro as tabelas já inseridas os dados para exemplificar:

    Quantidade de vendas por bimestre

    Agora iremos pegar esses dados e construir nosso gráfico.

    Segundo passo, selecionar os dados do gráfico

  • Da esquerda para direita selecione o período e quantidade de vendas
  • A imagem abaixo mostra como deve ser a seleção dos dados para se fazer o gráfico.

    Selecionando dados corretamente da planilha para construir gráfico

    Inserindo o gráfico

  • Inserir->Colunas->Coluna 2D
  • Inserindo Gráfico
    Feito isso, iremos agora escolher o tipo do gráfico para ser usado. Poderíamos ter usado gráfico de pizza, linhas, barras, áreas, dispersão ou outros gráficos. Para simplificar, usei o gráfico de colunas. Teremos então o seguinte resultado:

    Gráfico pronto sem ajustes

    Pode notar que todas as colunas estão com a mesma cor, se quiser mudar as cores das colunas, é simples.

    Mudar cor das colunas no gráfico

  • Primeiro passo é clicar em cima do gráfico pronto com o botão direito->Selecionar Dados
  • Mudar cor coluna do gráfico

    Depois iremos nos deparar com isso.

    Alterar todos os valores

    Se você clicar em Alternar entre Linha/Coluna você irá mudar todo o gráfico, ficando dessa forma:

    Alternado entre linha e coluna

    Veja que a parte do período ficou como Entradas de Legendas (Série) e a parte Rótulos do Eixo Horizontal (Categorias). Antes era o inverso, por isso só havia uma cor para todas as colunas.


    PiPo-Smart-S1-Pro-7-Frontal